sábado, 8 de dezembro de 2007

Semana da Poesia Nonsense - Dia 7

Ainda não inventaram um corretivo
Que apague os erros da vida
Ainda não inventaram um botão desfazer
Que desfaça as escolhas erradas
Ainda não inventaram um botão tentar novamente
Para resgatar as oportunidades perdidas
E me dizem que a humanidade evoluiu tanto
De que adianta tanto progresso
Se continuamos os mesmos de sempre?

Ainda não inventaram a máquina
Que recicle o ódio em amor
Ainda não inventaram o filtro
Que purifique a inveja
Ainda não inventaram o sistema
Que corrija as desigualdades
E me dizem que a humanidade evoluiu tanto
De que adianta tanto progresso
Se continuamos os mesmos de sempre?

Ainda não inventaram o remédio
Que combata o preconceito
Ainda não inventaram a fórmula
De redução da ganância
Ainda não inventaram a arma
Que mate a hipocrisia
E me dizem que a humanidade evoluiu tanto
De que adianta tanto progresso
Se continuamos os mesmos de sempre?

========
Bonus Round: afinal tinha que ter uma nonsense pra fechar a semana:

Tira o dedo do nariz
Criança infeliz
Vou te deixar uma cicatriz
Pra lembrar do que eu fiz
Não acredita na atriz
Pois tudo o que ela diz
É mentira.

2 comentários:

Blower's Daughter disse...

Oi,Thi!
Adorei a poesia!Ainda temos mto o que evoluir!O que aprender!
Desculpa a falta de criatividade pra comentar hj,mas eu não sei o que escrever,mas pra finalizar:adorei a semana de poesia,mto legal mesmo!
Bjokas!

vitorglanna disse...

Pois é, ontem tava pensando em inventar uma dessas coisas. Vamos ver se vai pra frente ou não xD

E o segundo poema também é legal, mostra um pai ou mãe educando seu filho, oprimindo seus impulsos e lhe transmitindo experiência de vida. xD